20/06/2007

Eles querem seu sangue

Deu no New York Times! Lembram-se do jornalista americano Larry Rohter? Aquele que escreveu que o nosso presidente era alcólatra e quase foi expulso do Brasil? Pois é... Desta vez a denúncia é muito mais justificável.
Uma firma americana chamada "Coriell Cell Repositories", sem fins lucrativos, coletou em 1996 sangue de índios brasileiros karitiana sob a promessa de enviar remédios em troca. Só que tais promessas nunca foram cumpridas...

Agora se descobriu que esta firma VENDE (Ué, não era sem fins lucrativos?) a amostra desse sangue por U$85,00 para cientistas de todo o mundo! Não só o sangue, mas logicamente o DNA também... O que deixou esta comunidade indígena enfurecida não foi apenas o fato de terem sido enganados com a falsa promessa de remédios, mas pela violação de sua integridade.

A Coriell se defende dizendo que não quer roubar os brasileiros, e que respeitam sua civilização, afinal controla cuidadosamente a distribuição desta linhagem de células. Explica ainda que os povos indígenas da Amazônia são ideais para certos tipos de pesquisa genética, porque são populações isoladas e extremamente fechadas, permitindo aos geneticistas a construção de um pedigree mais completo para rastrear a transmissão de uma doença por gerações.

Osmar Ribeiro Brasil, da divisão regional da Funai em Porto Velho disse que jamais teriam permitido algo assim, e que a expedição de 96 obteve autorização para entrar na reserva apenas para filmar um documentário.

Orlando Karitiana, um líder tribal, disse: "Nós não queremos o sangue de volta, porque agora está contaminado. Mas estas amostras de sangue são valiosas na tecnologia de vocês, e achamos que cada família que foi enganada para doar sangue deve se beneficiar".

E voce? O que acha? Se coletar espécimes da nossa selva para pesquisas internacionais é biopirataria, coletar sangue de nossos índios sem deixar claro a utilização é o que? Vampirismo?
Para mim se trata de uma prática anti-ética que deveria ser punida exemplarmente, já que não negam a coleta. Dessa vez nem espelhos deixaram...

5 legendas adicionais:

Miss Supahstah disse...

Ou, credo. Esse povo acha que aqui é terra de ninguém, só pode!!!!
Acho que os índios têm que ser indenizados sim, uai! pegaram o sangue deles e vendem pra todo mundo???? que coisa horrível!!!

o amnésico disse...

O que é mais revoltante é que as autoridades brasileiras também acham que isso aqui é terra de ninguém.

Basta procurar saber em que condições vivem os remanescentes dos povos indígenas do Brasil pra se convencer disso.

Quanto à indenizar os índios que tiveram seu sangue roubado..., bem, imagino que eles devam estar precisando; mas é lamentável ver seres humanos serem usados como cobaias de laboratório e estarem conformados com o fato...

Parabéns pela escolha do tema e pela sobriedade do texto (de novo!), Johnny! Sua Legenda é uma das melhores coisas que existem na Rede!(indisfarçável pontinha de inveja, rsrsrs)

Grande abraço!

Lanark disse...

Faço minhas as palavras do Amnésico.


Realmente, é repulsivo.





*E por falar em sangue e repulsivo, a segunda parte do conto do Dionísio já está publicada!

M.MarcoliN disse...

Isso é no mínimo revoltante, dá ódio de viver neste país. Porra, será que aqui ninguém tem vergonha? já não basta a quase extinção destes indivíduos e a total descriminação pelos orgãos responsáveis, e ainda tem roubo deste tipo? Meu amigo, infelizmente minha opinião é: estude, tenha uma profissão inviolável e lucrativa, pois pobre nenhum vai mudar este país...

vera maya disse...

Johnny,
Muito feliz a sua escolha do tema..
Só que vc escreve tão claro, seu texto é tão elegante que quase esqueço dele...
Fico querendo saber pque isso nao foi publicado nos jornais brasileiros..
Mas quanto a indenização, qualquer que fosse, ainda assim seria ridícula, diante de tanta permissividade, tanto descaso..
Pior que nao é o fim!!
Parabéns,
Bjos

Related Posts with Thumbnails