29/01/2008

Resumo do que não foi escrito

Pois é, o ano está acabando...
O que? Já acabou? Estamos no fim de Janeiro?
Ok, tudo bem. Ainda posso fazer algo original! Você é uma pessoa compreensiva, com alto poder de imaginação, e agora vai ler o que eu NÃO escrevi! Aha!!!!

Olha, desejo a você um Feliz Natal! Espero que a sua tia não aperte suas bochechas, que não se espante dizendo o quanto você cresceu, e que não pergunte se você está namorando. Essa é meio difícil, porque as tias sempre perguntam se estamos namorando. E quando dizemos que sim, a pergunta muda para quando casaremos... Não é verdade? E a não menos inconveniente pergunta seguinte é quando vamos "encomendar" o bebê... Nossas tias encarnam a pressão da sociedade quando as vemos no Natal. Essa é a minha percepção dessa reunião familiar que acontece a cada 365 dias... (Tia, se a senhora estiver lendo, é de uma tia imaginária que estou me refererindo, ok?)

Por falar nesse ciclo que chamamos de ano, Feliz Ano Novo!!!! Puxa, como correm esses quenianos! Você assistiu a retrospectiva que sempre é igual a anterior? Se reprisarem você não vai perceber! Ok, você vai perceber, mas pense na profundidade do que relatei. Tem o bloco das tragédias, o bloco dos famosos que se foram, o bloco para fazer voce rir... O formato é o mesmo.

O que? Já estão falando de Carnaval? Nem bem virou o ano! Ainda bem que nesse ano começa cedo, assim a tortura passa logo. Eu já sobrevivi a vários, e desenvolvi minhas técnicas para me desplugar dessas dias de alegria ilusória. Se tiver tempo, pode ler o que eu escrevi no ano passado sobre os discípulos de Momo.

Bom, as férias acabaram. A rotina já bate na porta, e é preciso dizer que não estou. Vou fazer as coisas diferentes neste ano! E outras vou fazer exatamente igual só para sacanear. A legenda e eu, estamos de volta. Obrigado a você que veio aqui nesse período e precisou usar a imaginação para ler o que eu não tinha escrito. Você é camarada mesmo, hein?

2 legendas adicionais:

O ANTAGONISTA disse...

Cara, melhor do que ler o que você NÃO escreve, é ler o que você escreve! Seus textos e sua criatividade fazem falta... então, mãos a obra, rapaz... e vê se não me deixa só no carnaval, porque vou ficar visitando todos os blogs a procura de um sinal de vida anti-momo assim como eu!

Valeu.

o amnésico disse...

Hahahaha! Bravo, Johnny (Johnny Bravo?!)

E ainda vem me dizer que eu exagerei em minha pequena homenagem: você conseguiu dissecar uma época traumática do ano num texto ao mesmo tempo engraçado, elegante e enxuto. Perfeito!

Com todos o atraso que me é peculiar, desejo-lhe um excelente 2008!

P.S. A gente é camarada com quem merece, só não vai acostumar, OK?

;)

Related Posts with Thumbnails